Como Produzir Mais Trabalhando a Metade do Tempo | Erico Rocha | Parte 3 de 365

Opa, aqui é o Erico e eu parei minha caminhada, meu exercício matinal, pra gravar uma sacada pra você. Pra você empreendedor, um truque que vai fazer com que você consiga trabalhar a metade do tempo, produzindo a mesma coisa ou trabalhar o tempo que você realmente trabalha se você ama trabalhar, de repente você é como eu, que ama trabalhar e vai produzir pelo menos o dobro. E eu tive essa sacada agora, porque hoje é domingo.

E eu não sei se você tá vendo esse vídeo domingo, porque eu não sei se você sabe, mas esse vídeo é gravado, depois é postado um pouco depois. Se você prefere um update um pouco mais, sei lá, real time, assim, tempo real, do que acontece na minha vida, assina o meu canal do snapchat, me segue no snapchat erico.rocha, lá você vai ver, mas enfim, hoje é domingo, quando eu estou gravando aqui. Enfim, domingo de páscoa, que louco. E hoje eu vou fazer uma viagem muito legal, se você me segue no snapchat você sabe que eu tô saindo aqui desse lugar que tá ensolarado e eu vou dirigir por volta de 4 horas e chegar em Baqueira Beret, que é onde eu vou tirar férias, onde é uma estação de ski, é muito legal. Mas, por que eu tô te contando isso? Porque é o seguinte: eu publico um vídeo todo domingo e você que me segue aí no meu canal do YouTube você sabe que todo domingo, todo santo domingo, toda santa quarta, todo santo domingo tem um vídeo novo lá.

E eu tenho um grande negócio, eu tenho duas empresas. Hoje a gente tem 30 funcionários, então, bastante coisa e com o tempo eu descobri o seguinte: quanto mais o empreendedor está na sua zona de genialidade, mais ele produz. Você sabe que quando a gente tá produzindo alguma coisa e tem que fazer alguma coisa que a gente não gosta de fazer aquilo leva muito mais tempo. Por exemplo, eu tô gravando esse vídeo aqui, esse vídeo é uma coisa que eu acho que tá dentro da minha zona de genialidade ou da minha habilidade única. Eu curto pra caramba fazer isso, eu não sei se eu tô trabalhando ou não fazendo isso pra vocês. Eu faço no meu tempo livre, é muito louco. Meu snap a mesma coisa, o tempo flui, vai. Agora quando eu tenho que fazer alguma coisa que eu não gosto de fazer, eu resisto. Eu não sei se você é como eu, como a gente vai, independente de onde você esteja, você tem coisas que você ama fazer e tem coisas que você não ama fazer.

E quando eu trabalhava no banco eu tinha que lidar com as coisas que eu não amava fazer. É normal isso. Mas, como empreendedor existe uma grande sacada que não dava pra fazer quando eu tava no banco, que é, você tem a possibilidade ou eu tenho a possibilidade como empreendedor de transferir aquelas coisas que não estão na minha habilidade única ou que eu não amo fazer pra outras pessoas. E tem muito empreendedor assim, que sabe muito bem da teoria, mas não pratica isso. Ou acha que tá praticando, mas não tá praticando o tanto quanto deveria. Por que eu tô te contando isso? É domingo hoje e domingo, geralmente, tem toda uma logística pra enviar esse e-mail pra você. Tem que ter um blog, tem que ter inscrito, tem que ter um monte de coisa, tem vídeo pra cima, vídeo pra baixo e tem apertar o botão e por muito tempo eu que apertava o botão de mandar isso. É, eu mesmo, meus 30 funcionários, eu nunca larguei desse osso, eu nunca quis largar desse osso, esse era um osso que não necessariamente era ideal pra mim, mas eu nunca quis largar desse osso. E, acho que faz um ano, mais ou menos um ano atrás, um mentor meu falou assim: Erico, você como empreendedor, você tem que manter uma lista de coisas que você ama fazer e lista de coisas que você não ama tanto fazer.

E você tem que jogar uma intenção, ele acredita muito em desenvolvimento pessoal, mas enfim, você não precisa acreditar, mas você tem que jogar uma intenção, escrever isso, e criar uma intenção de um dia, quiçá um dia, delegar isso. E naquele dia eu comecei a escrever um monte de coisa e muitas dessas coisas foram delegadas e uma das coisas que eu achava que ninguém conseguia fazer melhor que eu era essa coisa do domingo, tá? Essa coisa de preparar, de escrever o que tem que ser escrito, por exemplo o blog post, aquela coisa toda e hoje aconteceu, hoje é domingo, eu vou pegar meu carro, eu vou sair de Barcelona, vou pra os pirineus, vou esquiar e o e-mail vai ser mandado e é surreal.

E é surreal, porque é o seguinte: você, como empreendedor, deve isso a você mesmo, mas você deve isso mais a sua família. Se você não delegar, se você não delegar, você vai acabar gastando muito tempo. E esse tempo vai ser roubado da sua vida pessoal, da sua família, do seu exercício, sei lá, não ia ter tempo de exercitar, aquela coisa toda. Você deve isso a sua empresa, porque se você tiver fazendo alguma coisa que não seja na sua zona de genialidade a sua empresa não vai prosperar tanto quanto poderia.

Eu gosto muito de uma frase do Marcelo Germano que ele fala o seguinte: Erico, imagina que você tá ali no avião, aí de repente senta o piloto do seu lado e pede um cafezinho. Aí você pensa: meu, se o piloto tá aqui do meu lado, quem tá dirigindo o avião? Se o Erico tá fazendo essa tarefa, quem tá pensando estrategicamente como crescer minhas empresas, como fazer parcerias. Existem sempre tarefas que são mais importantes, mas a gente sempre fica preso naquelas coisinhas das nossas vidas. E eu te falo o seguinte: tanto na pessoal, quanto na de trabalho também. Então, o que eu te convido? Qual que é um truque, segura aí, um truque, escreve esse truque, escreve, é um truque. Você não precisa saber de delegação, você não precisa saber de nada mais. Se você fizer só essa uma coisa, isso vai no longo prazo te ajudar muito, quiçá num longo prazo vai fazer com que você consiga produzir a mesma coisa, trabalhando metade do tempo ou continuar trabalhando o tempo inteiro.

Eu amo trabalhar. Eu amo fazer o que eu faço, tá? Eu realmente amo. Eu passei minha vida inteira querendo parar de trabalhar no banco, né, porque eu queria, eu não gostava do meu trabalho, hoje em dia eu amo meu trabalho. Eu amo meu trabalho. Às vezes eu não sei se eu tô trabalhando ou não, mas enfim, se você quiser continuar trabalhando, tá tudo bem, você vai produzir o dobro, quiçá o triplo, quiçá o quádruplo e a grande sacada é o seguinte: cria uma lista no seu evernote, no seu celular ou se você gosta de escrever uma lista e lista e chama ela de, eu roubei o nome dessa lista de “tem que delegar”, o Geronimo Theml ele tem a lista do “tem que fazer”, né, então um método de produtividade que eu tô estudando. Mas cria uma lista que chama “tem que delegar”. E nessa lista você vai alimentar todo dia alguma coisa que você não ama fazer e você gostaria que o universo batesse uma varinha de condão e você encontrasse a pessoa. E você vai setar uma intenção de encontrar essa pessoa e você vai setar uma intenção de delegar pra essa pessoa.

Agora o mais interessante é que… tem uma polícia atrás de mim aqui, olha só e eu não sei se eles tão chateados que eu tô gravando o vídeo ou não, mas eu vou descobrir daqui a pouco, oh se eu sair preso vocês vão saber. Esse é o mais interessante. Mas, o mais interessante é que é o seguinte: cara, o mais interessante é que vai ficar pior antes de ficar melhor. Você tem que saber disso, se um dia você quiser delegar vai ficar pior antes de ficar melhor. Escreve isso, porque aí você já sabe. O que eu quero dizer com isso? É muito mais fácil você lavar a louça do que você ensinar o seu filho a lavar a louça, demora muito mais tempo. Pergunta como é que eu sei disso? Eu ensino meu filho a lavar louça, acredite ou não. Sei que no Brasil ninguém ensina o filho a lavar louça, não sei se ensinam muito, mas enfim, eu ensino.

Mas, demora muito. Demora muito, demora muito mais você ensinar o seu filho a lavar louça e vai ser muito mais rápido você fazer aquilo. Então no curto prazo, se você é um cara que pensa no curto prazo isso vai levar mais tempo. Mas no longo prazo essa pessoa vai ficar melhor naquilo do que você. Por quê? O cara que tá fazendo o que eu tô fazendo pra liberar o meu vídeo vai ficar melhor naquilo do que eu, porque ele tem mais tempo do que eu pra fazer aquilo. Ele tem em teoria mais tempo do que eu pra fazer aquilo, porque eu tô liderando minhas empresas, tá aí o klickpages, a gente tá com uma versão nova pra sair, tá uma loucura ali, eu tenho, sei lá, eu sou responsável por 30, 29, 30 pessoas, né? Eu sou responsável por fazer as parcerias que tem que ser feitas, aquela coisa, sou responsável por tomar decisões que não necessariamente ele tem que tomar e decisão leva carga, leva carga, decisão leva uma pancada de carga na sua cabeça e decidir, não sei se você sabe, às vezes você fala, sua mulher te pergunta, ontem tinham uns amigos jantando, ah, você quer frango ou bife? Aí o cara vira pra mulher e fala: meu, decide pra mim, pelo amor de Deus, decide.

Ela: não, então eu vou pegar bife você pega frango, tá bom assim? Ele: não, não, qualquer coisa. Ele não queria mais decidir, eu acredito que ele já tinha decidido tanto no dia dia dele, decisão leva muita energia, você sabe disso. Decisão leva muita energia. E o fato é o seguinte: então, quer dizer, vai ficar pior antes de ficar melhor e tá tudo bem. Então, é isso que você tem que entender. Só que é o seguinte: depois que fica melhor aí que a mágica vira e acontece. Aí que você vai poder, sei lá, gastar mais tempo na sua zona criativa, de genialidade, eu não sei ao certo o que você gosta.

Você vai ter a oportunidade ou simplesmente vai ter a oportunidade de ficar sem fazer nada o dia inteiro ou grande parte do dia inteiro, porque você vai ter essas pessoas fazendo isso. E a última dica sobre delegação, delegue no começo a tarefa, mas não delegue no começo a responsabilidade. Eu revisei o que aconteceu hoje pra isso acontecer. Não revisei hoje, mas revisei que aconteceu isso hoje, porque ainda sou responsável. Com o tempo a gente vai ter mais chance de delegar maior parte da responsabilidade. Mas, o fato é o seguinte: quem é responsável pelo que tá saindo hoje sou eu. Se der zica é minha responsabilidade e isso faz com que, no final das contas, o resultado das minhas empresas é minha responsabilidade, o que dá certo, o que dá errado é minha responsabilidade. Eu que tenho que lidar com isso. Eu que sou causa disso. Então delegue, lembre-se de delegar isso e é muito importante. E o dia que isso acontecer vem aqui de volta nesse vídeo, escreve a sua lista, alimenta essa lista e o dia que você sentir realmente que isso deu uma grande guinada na sua vida não esquece de passar isso pra uma outra pessoa, porque eu acho que tem muito empreendedor que sofre muito por aí, porque não sabe essa uma dica.

E eu acho que você pode ficar melhor nisso, melhor em delegar e tal, mas se você escrever, simplesmente escrever e colocar uma intenção pra onde você quiser, que aquilo vai se resolver. Eu acho que o nosso cérebro é genial. Ele procura soluções o tempo inteiro pra resolver nossa vida. Essa é a sacada de hoje e se você tá me assistindo aqui hoje eu tenho um convite pra fazer, dependendo de quando você tá vendo esse vídeo vai ser um convite relevante pra você, dependendo não. Mas é o seguinte: de 02 a 15 de maio eu vou fazer o 7º Workshop da Fórmula de Lançamento, nesse workshop eu ensino duas coisas, duas coisas. Pra duas pessoas. Ensino uma pancada de coisa, mas geralmente é pra duas pessoas. O que é? É pra quem quer alavancar a venda de produtos e serviços na internet ou pra quem quer começar um negócio do zero. Erico, como assim? Como é que isso vai ser relevante pra mim se eu não tenho negócio? Oh, se você não tem um negócio, você vai pegar a segunda aula que é como começar um negócio do zero.

Erico, por que a segunda aula é como começar um negócio do zero e não como alavancar os serviços na internet. É o seguinte: se você quiser ter um negócio, começar um negócio do zero na internet, você vai ter que saber alavancar a venda dos seus produtos e serviços. É o que é. Quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha? Sem o ovo não tem galinha, sem galinha não tem ovo. E essas são as duas coisas. Então assim: na primeira aula eu falo como alavancar suas vendas através da internet, conseguir mais clientes, conseguir aumentar a sua performance através do uso da internet, que tem essa capacidade de distribuição que tem a internet, eu ensino na primeira aula e aconselho você ver mesmo que você não tenha negócio. E se você tem negócio no brainer, boom. E aí na segunda aula eu ensino como começar um negócio absolutamente do zero. E é legal pra quem tem negócio também, porque quem tem negócio, geralmente tem um tino empreendedor já aguçado.

Não vai ser o seu último negócio, acredite ou não, estatisticamente ninguém tem só um negócio, tem vários negócios, enfim. Isso vai fazer com que você crie possibilidade de empreender em outras áreas também, principalmente áreas digitais, se você ainda não empreende, por que área digital? Porque tem maior capacidade de distribuição, menor overhead, menor custo com aluguel, aquela coisa toda. Então assim, vai ser super legal e você vai poder participar, isto é, eu vou dar aula, vai ser em vídeo, né, vai ser os vídeos e você vai poder comentar embaixo, você vai ver a minha carinha lá, gostando ou não gostando da minha foto, comentando, respondendo a sua pergunta se você perguntar, vai ser muito legal.

Eu vou transmitir os bastidores desse workshop pelo snapchat, então segue erico.rocha no snapchat, você vai sacar o que tá acontecendo nos bastidores, vai ser muito legal. Nesse exato momento 51 mil pessoas únicas já se cadastraram pra participar desse workshop gratuito sobre a Fórmula de Lançamento e no passado foram 75 mil ao todo durante esse workshop. Esse ano acho que a gente chega em 100, que louco, né, muito massa. Mais gente querendo empreender, mais gente querendo exercitar o músculo de empreender. Agora, por quê? Muita gente pergunta, Erico, por que eu faço esse workshop. É o seguinte: eu divido meu tempo entre duas empresas. Metade do meu tempo eu tô no klickpages, entra aí no klickpages.com, que é uma ferramenta web onde eu rodo, eu tenho meus 30 funcionários lá e metade do meu tempo eu invisto em ensinar empreendedorismo digital e eu faço isso através de dois treinamentos no ano que chama Fórmula de Lançamento.

Mas, antes de abrir as inscrições da Fórmula de Lançamento, que é um treinamento pago, avançado, então não é pra todo mundo, só pra quem realmente tá sério nesse quesito de fazer, eu faço esse workshop de três aulas e esse workshop é gratuito. Por que eu faço? A minha chance de ensinar pra aquelas pessoas que ainda não tão muito comprometidas e de expandir a visão pra um mundo novo. Eu digo, pra um mundo paralelo, do que é possível nesse mundo digital. Então esse workshop é gratuito, algumas pessoas decidem participar depois, logo depois, da Fórmula de Lançamento, mas são pessoas que estão mais ali comprometidas mesmo, mas desse jeito eu acho que eu consigo levar mais a frente a minha mensagem de empreendedorismo no Brasil. Isso é minha missão, isso é o que eu amo fazer e é por isso que faço o que eu faço.

É isso aí. Se você quer se inscrever clica em algum link dessa página, às vezes tá embaixo, às vezes tá do lado, às vezes tá em cima, às vezes tá até no vídeo, sei lá onde tá, dependendo de onde você tá vendo esse vídeo ou áudio, mas enfim. Se você tá ouvindo em áudio ou podcast, digita formuladelancamento.com.br você vai saber lá, é muito legal. E aí o que acontece? Você não precisa tá sozinho lá se você não é uma pessoa que gosta de andar sozinho, você pode chamar um parceiro de negócio e como é que você faz isso? Na área de comentários ou você passa esse link pras pessoas ou na área de comentários você digita, marca a pessoa e fala assim: olha, fulano, vamos fazer juntos? Alguma coisa do tipo, se isso for relevante pra você, pode fazer também.

E você pode clicar em compartilhar se você quiser achar pessoas que vão fazer isso e você não sabe quem são. É isso aí, gente, um grande abraço e eu te vejo na próxima sacada. .

Estresse faz mal, Certo? Errado! | Erico Rocha | Parte 2 de 365

Bom dia, empreendedor, aqui é o Erico Rocha com mais uma sacada diária de empreendedorismo pra você. Por 365 dias consecutivos eu vou estar postando um vídeo novo, uma sacada nova um episódio novo pra você aqui nesse canal. E hoje eu queria divulgar pra você um experimento que foi feito nos Estados Unidos em 1998 com 30 mil pessoas. Eles pegaram 30 mil pessoas nos Estados Unidos e fizeram duas perguntas. A primeira pergunta é: quanto de estresse você teve no ano passado? Primeira pergunta. A segunda pergunta é: você acredita que esse estresse fez mal pra sua saúde ou faz pra mal pra sua saúde? E o mais interessante é o seguinte: as pessoas que tiveram, ah, mais interessante que por oito anos, é incrível, oito anos, eles viram, oito anos depois, eles viram, começaram a procurar nos certificados de óbito pra saber aquelas pessoas que tinham morrido ou não e basicamente eles descobriram o seguinte: as pessoas que tinham registrado um alto nível de estresse tinham 43% mais chance de morrer, então pessoas tinham 43% de chance de morrer.

Mas, agora vem o porém, se eles também eram pessoas que disseram que acreditavam que estresse faz mal pra saúde. Se eles tivessem, as pessoas que tinham alto nível de estresse, porém não acreditavam que estresse faz mal a saúde não tinham mais chance de morrer e, de fato, eles tinham menos chance de morrer do que aquelas outras pessoas que nem tinham estresse. Isso foi chocante lá fora, porque é o seguinte: se você fizer as contas e entrar na estatística, significa que 180 mil pessoas, por volta de 180 mil pessoas por ano, morrem por acreditar que estresse faz mal.

Esse estudo chocou e esse estudo só exemplifica o poder que você acreditar em alguma coisa tem na sua vida. Isso lá fora é chamado de mindset, o que é uma definição, tem várias definições, Erico, mindset, mindset é uma crença que direciona o seu caminho. Por exemplo, nesse estudo ficou comprovado, que as pessoas que acreditavam que estresse fazia mal, elas tinham mais chance de morrer do que as pessoas que acreditavam que estresse não fazia mal.

Inclusive num outro vídeo, num outro episódio, num outro áudio, eu vou divulgar um estudo que fala que as pessoas que acreditam que ficar velho é pior, aumentam o risco dela morrer, vai vendo. Mas o fato é o seguinte: o que você acredita faz a diferença na sua vida. É muito interessante. Agora quer dizer que é certo? Ah, eu acredito que, sei lá. Não. Estatisticamente, comprovadamente, faz uma diferença. Logo, o jeito que você, o jeito que você fala com você, o que você fala com você. Se você acredita que é impossível arrumar gente boa pra trabalhar com você as chances são que você vai vai tender a provar que é impossível arrumar gente boa pra trabalhar com você.

Eu não sei quais são as crenças que te limitam, o mindset que te limita a ir pro próximo nível hoje. Mas, as chances são que se você fizer uma lista das dez maiores dificuldades, ah, é difícil “bababababá”, é difícil criar uma audiência no Facebook, é difícil começar um negócio digital. É difícil montar uma página web, é difícil porque eu sou velho, é difícil porque, sei lá, é difícil ter um negócio, olha essa, essa eu escuto muito, é difícil ter um negócio no Brasil. E eu não tô aqui pra dizer se é fácil ou não, eu tô aqui pra dizer é: se você acredita que você pode, essa frase nem é minha, se você acredita que você pode ou você acredita que você não pode, dos dois jeitos você tá certo. O que você acredita vai fazer com que, vai, estatisticamente, direcionar a sua produção, o seu destino. E existem, por muito tempo isso foi ficando no ramo do esoterismo, acreditar, visualizar, aquela coisa toda. Mas cada vez mais tem duas coisas que a ciência tá cada vez mais comprovando.

São ciências no ramo da meditação, comprovando que meditação cada vez mais faz bem pro ser humano, alguma coisa do tipo. Outra coisa que tá tendo uma grande evolução de pesquisas que comprovam que o que você acredita faz a diferença pra você. É por isso, por isso que quando você, é por isso que existe o efeito placebo. Às vezes você toma uma pílula, né, quando eles vão testar uma pílula contra a outra. Se você der simplesmente uma pílula pra pessoa e falar que é um remédio, ela vai ter a chance de melhorar, porque ela vai acreditar que aquilo vai resolver o problema dela. E mais interessante tem um outro experimento sobre placebo.

Mas, o fato é o seguinte, toma cuidado com aquilo que sai da sua boca. Toma muito cuidado com aquilo que sai da sua boca. Minha esposa é sempre blá, blá, blá. Meu filho é sempre blá, blá, blá. Meu negócio é sempre blá, blá, blá. Meus funcionários são sempre blá, blá, blá. Toma cuidado, gerencia a sua palavra porque ela tem muito mais poder, estatisticamente, cientificamente, é ciência, com ciência não se discute. Com ciência eu não discuto. Tem um poder cientificamente comprovado. E essa é a sacada de hoje e se você assim, eu gravo esses vídeos, eu paro meu dia, no caso eu tô numa caminhada, se você me segue no snapchat você sabe que eu faço uma caminhada, às vezes seu corro, às vezes, enfim, dependendo do dia, mas todo dia eu caminho por volta de 8 km e eu paro pra gravar esses insghts que eu tenho, talvez se você me segue também no snapchat ou no YouTube ou no meu podcast você sabe que eu tô num desafio de 365 dias de sacada, isto é, eu gravo um desses episódios pra você todo dia.

Na verdade né, eu posto um desses episódios todo dia. E muito desses episódios tem a ver com um pouco da mentalidade, da parte de mindset que você precisa ter pra ser empreendedor. Mas, essa não é a única coisa que eu acredito que pro empreendedor, o único ingrediente pra um empreendedor de sucesso. Eu acredito que pra você ter, e eu vejo vários empreendedores, pra você ter sucesso no empreendedorismo ou empreendedorismo digital você precisa de três m’s: mindset, mentalidade, cuidar da mente, proteger sua confiança, um. Segundo é método, você pode desenvolver seu próprio método, gastar tempo desenvolvendo ou simplesmente você pode seguir o método, mas você vai precisar de um método. Método corta caminho. As chances são que você pode desenvolver, mas você vai precisar de um método. E a segunda coisa você vai precisar de um mercado fértil. O último elemento. Não adianta nada método, mentalidade, se você tá plantando, sei lá, cacto na floresta amazônica.

É possível se você tiver muita mentalidade, mas aí você tem que compensar com tanto método e mentalidade pra fazer o impossível acontecer. É possível, tudo é possível, mas vai ser mais difícil. Um caminho mais difícil basicamente. E se você tá procurando método, duas vezes por ano, eu tenho um curso que chama Fórmula de Lançamento. É um curso pago, é um curso avançado e nem todo mundo tá a fim de entrar, tá muito sério pra investir na sua própria educação de marketing digital. Por isso antes de abrir as inscrições desse curso eu faço um workshop gratuito. Esse workshop tem três aulas e você pode participar. Nesse workshop eu ensino como começar um negócio online, na verdade a fórmula usada, eu explico o fundamento da fórmula usada por pessoas comuns pra começar negócios online ou pra você alavancar vendas dos seus produtos e serviços através da internet.

Então, o que acontece? Nesse workshop, é online, é gratuito. Vai ser do dia 02 de maio ao dia 15 de maio e você vai poder participar desse workshop. Legal. Você vai poder participar. Uma coisa me distraiu. Mas, você vai poder participar desse workshop. Como é que você vai poder participar desse workshop? Você vai assistir as aulas, tem exercícios pra você fazer e você vai poder deixar comentários, onde eu vou responder a maioria dos comentários que eu conseguir responder ao vivo ali, né, tipo vou tirar essas duas semanas de workshop pra tá respondendo isso.

No ano passado, 75 mil empreendedores participaram do workshop da Fórmula de Lançamento. Esse ano, as chances são que a curva tá pra gente ter o total de 100 mil empreendedores. Talvez um pouco mais, vamos lá. E vai ser muito legal. Como é que você participa? Em algum lugar dessa página ou se você tiver me escutando só no áudio, vai em formuladelancamento.com.br ou em algum lugar dessa página vai ter um link pra uma página de inscrição pra você se inscrever se você assim desejar. Inscreve lá, demora dois segundos. Você se inscreve, confirma o seu e-mail e boom tem logo um pequeno questionário pra você responder, pra eu entender quais são as suas necessidades, pra eu poder ajustar o workshop de acordo com o que você precisa ou de acordo com o que a maioria precisa e vai ser muito legal. E você pode chamar outras pessoas também.

Então, compartilha esse áudio, esse vídeo, esse post. Clica no botão compartilhar se assim você achar, geralmente é embaixo ou simplesmente se existir uma área de comentários, onde você tá vendo isso aqui ou escutando isso aqui, marca alguém. E eu costumo dizer que se você quiser ir rápido, você vai sozinho, se você quiser ir longe, você vai acompanhado. É muito melhor ir longe pra ter uma pessoa pra discutir. Esse é um dos segredos, outro grande segredo, é se rodear de pessoas com a mesma mentalidade. As chances são que quando você tá com pessoas que tão seguindo a mesma mentalidade ou tão expostas a uma mesma mentalidade, a sua chance de ir pra direção é maior, porque uma pessoa puxa a outra quando uma tá em dificuldade, aí quando a outra tá em dificuldade a outra não tá, então assim, é muito legal, esse é um princípio de comunidade mesmo.

E você pode fazer isso. E essa é a sacada de hoje. E eu te vejo na próxima sacada. .

4 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Criar um Negocio Digital | Erico Rocha | Parte 17 de 365

Opa, aqui é o Erico e eu tô aqui gravando uma sacada diária pra você. Nessa sacada eu vou explicar quatro coisas que eu gostaria de ter sabido antes de começar o meu negócio digital. Eu vou te falar um negócio. Essas quatro sacadas servem pra quem quer começar um negócio digital ou pra quem quer levar esse negócio digital pro próximo nível, no final você vai entender. E, talvez você me conheça, talvez não, talvez você já me siga no YouTube faz um tempo, mas meu nome é Erico, eu trabalhei em um banco em Londres por muito tempo, ganhava muito bem.

Tem um vídeo que eu gravei que chama Quem Ri Por Último é um dos melhores vídeos que eu gravei, digita aí Erico Quem Ri Por Último no YouTube que você vai conseguir acessar esse vídeo, inclusive foi uma música, a música tema desse vídeo foi composta por um cara que chama Leando Aguiar e, enfim, o que, resumindo aquela história: no banco eu ganhava muito bem. Você vê no vídeo que eu ganhava múltiplos aí, muito dinheiro pra mim naquela época. Só que o que eu não tinha? Por que eu saí? Eu não tinha liberdade. Eu não tinha liberdade de trabalhar com quem eu quisesse, a hora que eu quisesse, quando quisesse, aonde eu quisesse, no momento eu tô na Espanha em Baqueira Beret.

Viajei o mundo nesse processo, sem parar de trabalhar. Então assim, essa liberdade eu não tinha. Eu busquei no empreendedorismo digital a resposta pra isso. Pedi demissão e aí vem a primeira lição. A primeira lição do empreendedorismo digital vai ficar pior, antes de ficar melhor. Quando eu comecei no meu empreendedorismo digital eu pedi, primeiro eu pedi demissão, joguei o chapéu do outro lado do muro pra depois dar um jeito de arrumar um jeito de pegar. Muita gente conhece essa expressão de queimar ponte, tem um vídeo que eu gravei sobre queimar a ponte, checa lá no YouTube se você tiver mais curiosidade de saber disso, mas eu pedi demissão.

E ficou pior antes de ficar melhor e por que isso aconteceu? Porque eu não tinha técnica pra empreender. Eu tinha vontade de empreender, mas eu não tinha técnica pra empreender. Eu tinha uma vontade visceral de querer aquela liberdade, não aguentava mais a minha vida, não que tivesse assim morrendo de fome, enfim, mas eu tava cometendo uma espécie de suicídio em gotas. Cada dia era uma espécie de um pequeno suicídio e pra mim, eu corri assim pra mim, eu tava ficando depressivo, aquela coisa toda. Então, vai ficar pior antes de ficar melhor.

No processo eu perdi 10 kg, porque eu não tinha técnica, eu tinha vontade, eu achava que aquilo era possível, mas eu não sabia. Eu não tinha técnica e não tinha proficiência na técnica de empreendedorismo digital. E, então assim, a primeira lição que eu gostaria de ter sabido antes, que me ajudaria a me preparar melhor é saber que vai ficar pior, antes de ficar melhor. Isso acontece com a maioria das pessoas. E por que isso? É normal, quando você vai aprender alguma coisa nova, seja esquiar, você vai ter que ir pra uma coisa onde você não tem experiência ou proficiência, até o processo de aprender, até aquilo ficar automático pra você, você vai ter que investir muita energia e, geralmente, fica pior antes de ficar melhor.

E é muito engraçado que eu parei de trabalhar no banco, porque queria trabalhar menos também, né? E nesses primeiros anos de empreendedorismo eu trabalhei muito mais do que eu trabalhava no banco. Justamente pra aprender esse processo e isso vai pra segunda coisa, que eu queria ter sabido isso. Quem sabe, eu saberia. O que me levou até aqui, não vai ser o que vai me levar pro próximo nível. Eu acreditava que o meu sucesso como funcionário ia determinar o meu sucesso como empreendedor, mas eu descobri que o empreendedor mexe diferentes músculos que um funcionário. Eu sei que algumas coisas são complementares, claro, mas eles mexem diferentes músculos do que um funcionário. Isso acontece no esqui também, não sei se você já esquiou ou não, mas a primeira vez que você esquiar você vai acordar no outro dia completamente doído ou se você vai praticar um esporte novo você vai acordar completamento doído, por quê? Porque os músculos que você mexe numa coisa não são necessariamente os músculos que você mexe em outra coisa.

Algumas coisas que eu dava por merecido em uma empresa, eu tinha que cuidar eu mesmo na minha própria empresa, como sei lá, um monte de coisa, burocracia, imposto, leis e aí vai. E só anota aí se você puder duas coisas que você tem que ficar muito bom pra ser um empreendedor online, tá, entre várias coisas. Uma coisa é tráfego. Você tem que aprender a atrair audiências grandes, atrair audiências grandes. Com técnica você consegue fazer isso. Eu não tinha técnica na época, hoje eu tenho. Mas com técnica você conseguia fazer isso. E a segunda coisa é conversão isto é, você conseguir converter parte desse tráfego em clientes, são duas coisas que você tem que aí anotar e ficar muito bom nisso com o tempo. Por quê? Porque, basicamente, como funciona um empreendimento online. Duas coisas que… e como funcionário eu não tinha que atrair audiência, eu tinha que fazer meu trabalho.

Eu não tinha que aprender a converter, aprender a converter é um outro jeito pra falar aprender a vender, porque vender é uma palavra que muita gente demoniza, a palavra vender. É, mas, enfim, converter, né, ser um cliente. Eu não tinha essa técnica, não tinha técnica, não tinha prática Então, vai ficar pior antes de ficar melhor, o que te levou até aqui não vai ser o que vai te levar pro próximo nível. E a última, a terceira coisa, não última, a terceira coisa é que é o seguinte: é preciso, escreve aí, é preciso, não é preciso ver pra crer, é preciso crer pra ver. Por mais que no processo do empreendedorismo, quando eu comecei eu não tinha sei lá, os vídeos que eu tenho, com os Estudos de Caso que eu tenho hoje. Era tudo muito menos documentado do que é hoje. Hoje se você digitar por exemplo o meu programa Fórmula de Lançamento tem por volta de 600 vídeos de Estudos de Caso de pessoas que reportaram transformação, resultados transformativos através do programa.

Mas, na época eu não tinha. Então muitas vezes eu fazia a coisa não acreditando que aquilo ia funcionar. Quando você faz alguma coisa meio que não acreditando que aquilo vai funcionar, você faz aquela coisa sempre com o pé atrás, parece que você tá correndo com o pé atrás, sabe? Então, ao mesmo tempo que você tenha uma força que te puxa pra frente, você tem uma força que te puxa pra trás. Então o que eu sugiro, eu sugeriria, eu gastaria mais tempo conhecendo ao vivo pessoas que tiveram resultado com aquela coisa, mesmo porque elas vão ter a chance de me mostrar alguns erros que elas cometeram e ao mesmo tempo vendo vídeos de pessoas que tem resultado, como é que você pode ver por exemplo vídeos de empreendedorismo digital? Digita Fórmula de Lançamento Estudos de Caso, pesquisa muito Estudo de Caso e eu aconselho você não fazer isso só agora antes de por exemplo entrar no programa, seja o meu ou seja de alguma outra pessoa.

Mas, fazer constantemente, alimentar a sua mente porque sua mente vai duvidar do processo o tempo inteiro. É assim que a mente faz, ela tá 100% bem cautelosa em relação a isso. Então, no tempo inteiro ela vai duvidar e, principalmente, quando você não tem o resultado. Eu encontrei um grande player do mercado de uma empresa que fatura entre 30 e 40 milhões hoje e ele já via isso. E ele me reportou resultado, mandou um whats: Erico, eu fiz no caso é um lançamento e deu um puta resultado, eu não vou falar o número aqui, mas pra ele era um grande resultado e ele falou assim: e aí meu pai começou a acreditar que aquilo funcionava e agora tá super feliz. Enquanto a gente não vê o resultado ali, o resultado, a gente, geralmente não…enquanto a gente não crê a gente não vê, basicamente isso, é preciso ver pra crer, é preciso crer pra ver, isso é muito importante.

E a última coisa, a última coisa que você precisa saber mesmo é que vale a pena. Vai doer, você vai ter que aprender coisas novas, isso nunca vai parar, você vai ter que constantemente alimentar a sua, alimentar, inspirar e motivar a sua própria mente. Você vai ter que ser um auto-motivador, por quê? Porque pra você permanecer nesse caminho até você ter o resultado, quando você tem o primeiro resultado, acabou. Aí é difícil de parar. Quando você, escreve isso, quando você vê não tem como desver.

Quando você vê alguma coisa não tem como desver e aí, meu irmão, uma vez que você vê acabou. Simplesmente acabou. Uma vez que a ideia, o Eistein falava uma vez que você vê uma nova ideia sua cabeça, seu cérebro nunca mais volta pro tamanho original. Vai acontecer isso no empreendedorismo, você tem que criar esse processo, saber que vai ficar pior antes de ficar melhor, saber que o que te levou aqui, não vai ser o que vai te levar pro próximo nível, saber que é preciso crer pra ver, mas saber que vale a pena.

Hoje eu tenho uma vida muito melhor. Eu ganho múltiplas vezes em termos financeiros, múltiplas vezes mais que eu ganhava quando trabalhava no banco, não preciso mais trabalhar. Eu podia parar agora de fazer o que eu tô fazendo. Faço isso por amor, eu tô gravando esse episódio, essa sacada no meio das minhas férias porque eu amo. Não sei se eu tô trabalhando mais, mas eu realmente curto contribuir é uma das coisas que mais me dá realmente tesão de viver, é saber que eu posso ajudar outras pessoas que tão aí no barco onde eu tava, no barco onde eu tava quando eu comecei isso.

E eu fico muito feliz em fazer isso, então assim, vale a pena? Vale. Hoje eu posso passar muito tempo com meu filho, se você me segue no snapchat, meu snapchat é erico.rocha você vai ver que eu passo muito tempo com meu filho, até parece que eu não tô trabalhando, eu trabalho bastante também, aqui no snap você só mostra quando você não tá trabalhando, mas enfim. Eu posso viver onde eu quero, nos últimos anos eu vivi em quatro ou cinco países, no momento eu tô na Espanha, eu tô planejando voltar pro Brasil, pouco antes a gente vai pra Tóquio ou pra Finlândia, então assim, eu posso fazer isso, eu posso dar a oportunidade do meu filho falar outros idiomas, de conhecer outras culturas e também poderia dar oportunidade de simplesmente viver onde eu quisesse, se onde eu quisesse fosse interior de São Paulo, interior de Goiás, você pode fazer isso. Nem todo mundo quer viajar ou nem todo mundo quer viajar agora. Eu fico muito feliz em relação a isso. Então assim, vale a pena? Vale. Não é fácil? Não.

Não é fácil. É simples? É. Engraçado, é super simples, mas não é fácil. É como se fosse correr uma maratona. É simples correr uma maratona, se você pega um trem, você sabe exatamente o que você tem que fazer pra correr uma maratona daqui a, sei lá, quatro, seis meses. É fácil? Não. Quem disser que é fácil, eu ficaria muito reticente do que essa pessoa vai dizer na sua frente, porque não é fácil. Nada é fácil. Mas, vale a pena? Vale, vale muito a pena. E eu acho que hoje eu sou uma pessoa muito mais feliz, muito mais realizada do que era e se você me segue aí no snapchat você vai ver que eu curto muito fazer o que eu faço. Então é isso aí. Essa é a sacada de hoje, se você ainda não se inscreveu no 7º workshop da Fórmula de Lançamento é uma boa oportunidade pra você aprender a parte técnica disso. A Fórmula de Lançamento é uma metodologia pra você criar negócios online ou alavancar vendas.

É uma metodologia que eu ensino no modo avançado duas vezes por ano. É um treinamento pago, é um treinamento com um investimento muito intenso, nem todo mundo faz. Mas, antes de abrir as matrículas desse treinamento eu gosto de dar um workshop de três aulas pras pessoas entenderem como aquilo tudo funciona e muita gente consegue tirar muito resultado, é um workshop participativo, esse workshop pra inscrição é 100% gratuito. Então, basta você se inscrever em algum lugar dessa página. Aqui em cima, aqui do lado, aqui no vídeo, não sei onde você tá vendo esse vídeo. Se for em áudio, se você tá ouvindo esse áudio no podcast do Erico Rocha, digita www.formuladelancamento.com.br, lá você vai ter a chance de não só ver os Estudos de Caso, rola a página pra baixo pra ver os Estudos de Caso, mas também, você vai ter a chance de se inscrever no workshop. É um workshop que você não precisa fazer sozinho.

Chama a maioria das pessoas que você queira chamar. Hoje, nesse exato momento, são 55 mil pessoas inscritas. A cada dia, acredite ou não, mais ou menos aí mil pessoas tão se inscrevendo nesse momento pro workshop, a gente tem a chance, uma grande chance de ter, no ano passado foram 75 mil pessoas ao todo que participaram desse workshop gratuito e esse ano a gente tá com uma grande chance de bater 100 mil pessoas participando do workshop gratuito que é muito bom. Então assim, é participativo. Eu vou tá fazendo o possível, eu e minha equipe pra responder a maioria das perguntas, então, eu sei que você tem um monte de perguntas e eu reservo essa duas semanas pra, enfim, me dedicar a responder essas perguntas ao vivo, não ao vivo, enfim, é super legal.

Então basta você se inscrever, clica em compartilhar se você tiver vendo esse áudio ou vídeo em algum lugar que você possa compartilhar, marca alguém se você puder ou manda esse áudio pra alguém. Não faça sozinho. Lembra: se você quiser ir rápido, você vai sozinho, se você quiser ir longe, você vai acompanhado. É isso aí por hoje e eu te vejo na próxima sacada. .

Como Fazer um Plano de Negócio

o teu negócio é uma potência da sua mente ea sua mente ela não sabe que existe negócio que existe sucesso que existe dinheiro ela só sabe uma coisa existe sobrevivência é a única coisa que ela sabe isso só o seu cérebro é uma máquina perfeita de sobrevivência foi isso que ele vem fazendo nos últimos 100 temas de milhares de anos dois milhões de anos então você aqui dentro você tem uma vida e do lado de fora muitas vezes você tem outra e quando você cria dentro de você a vida que você quer ter não há vida para onde o seu negócio está empurrando você é diferente é a vida que você quer ter independente de para onde o seu negócio tá te levando quando você tem essa clareza aí você começa a descobrir qual é o negócio do futuro qual é o negócio que você quer ter então você hoje tem um negócio que a tua vida veio trazendo e um negócio vem fazendo você até aqui agora você vai pegar nas rédeas desse negócio e você vai falar pra onde ele tem que ir pra onde ele tem que ir é para onde o seu coração vai é para onde você de fato quer ter a sua vida porque senão você vai ser um empresário infeliz que o empresário que fala eu trabalho pra caramba e eu cara não nossa não estou feliz tem uma coisa errada na minha vida se o teu coração não está no teu negócio você vai ser um cara feliz é e para que serve você tem um negócio até ganhar dinheiro mas não está feliz aqui dentro não sai pra nada porque quando você tiver lo á na frente dos seus 100 120 e 130 amplamente sempre melhorando bem vamos fazer uma grande bobagem no meio do caminho você vai estar com um bilhete do trem só esperando o trem passar o treino chegou ainda não sabe a hora que ele bem mas você já comprou bilhete e aí você vai olhar pra trás e pensar o seguinte valeu a pena valeu a pena que você faz valer a pena quando agora cada minuto você tem um negócio e você vai construir um negócio novo o seu negócio novo é um negócio que tem que valer a pena caso ele não esteja valendo mas esse negócio não só vai valer a pena se a tua vida estiver contemplada primeiro você faz o seu plano de vida depois você circunda esse plano de vida com o seu plano de negócios são duas etapas primeiro é que vi que eu quero levar depois é como um negócio que eu vou ter que levar essa vida é um negócio que funciona sozinho o negócio que eu tenho está lá é um negócio que eu tenho muita gente na equipe o que eu tenho pouca gente na equipe é o negócio no brasil o negócio fora do brasil é levar o serviço de venda de produto é um negócio compra do que eu vendo hoje ou outro produto a tua experiência de vida é que vai somar para você construir esse novo negócio que você vai criar aqui se você gostou desse vídeo se você gostou do que você aprendeu ele saiba que você também pode participar da imersão 8 peixe esse vídeo ele foi uma partida bem pequena do que é a imersão muito peixe a imersão do ps um evento incrível de três dias que vai de 9 da manhã até a hora que acaba e às vezes aquela meia noite mesma hora da manhã só falando sobre pneus são centenas e centenas de empresários no networking incrível falando sobre negócios imagina você está no meio de um empresário que fala o seu idioma isso é a dimensão 8 peixes em que você vai ter também um plano de ação que ao longo dos três dias comigo pessoalmente você vai preencher o que você chega na segunda-feira o evento somente a sexta sábado domingo e você chega na segunda-feira e você já começa a aplicar aquele plano de ação o seu negócio se você quer também participar da imersão 8 peixe evento 1 incrível está mudando a vida de milhares e milhares e milhares de empresários pelo brasil inteiro é muito simples é só você que basta um link é só você e para 8 peixe pontocom barra treinamento 83 ponto com barra treinamento vai lá descobre se a imersão é pra você descobre o quanto a imersão pode ajudar você eo quanto tem ajudado muitos outros empresários no brasil inteiro negócios de todos os tamanhos de pet shop imobiliária estúdio de yoga estudo de krav maga a escola restaurante pousada hotel profissionais liberais também médicos advogados fisioterapeutas nutricionistas coates também então multinível também então descobre se a imersão é pra você e faz logo a sua inscrição porque as vagas são limitadas já para a próxima turma 83 ponto com barra treinamento então espero a

Bolo de Natas

olá sonhos bem vindo a sofrer intensa hoje vou fazer gol de jonatas para fazer essas acusações de figurinhas cinco ovos 200 gramas de açúcar 200 mil litros de nada a provar ter 0,5 gramas disso quer palmilhado raspa de limão 200 gramas de farinha de trigo finné conformidade uma forma redonda com 22 tentos dentro montada com manteiga e polvilhada com farinha quarto aos ovos espada gemas das claras a gema junto o açúcar o açúcar baleado e raspas de limão e bata é quem fica com as marcas brancas usadas adicione as natas e bata é tem que o grêmio faça bonito bata as claras em castelo em filho ao criarmos um dos poucos a farinha peneirada e as claras em castelo envolva tudo cuidadosamente com uma colher veja a massa pra fora leve ao forno pré-aquecido 175 graus e deixe cozer aproximadamente 40 minutos verifique componente silval está cozido e gostaram dessa saiba não esqueçam da jamaica isso escreveu o canal bock

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Bolo Fofinho 🎂 Receita de Bolo Caseiro Fofinho

Deu água na boca de ver esta receita galera? e este é o bolo que nós vamos fazer hoje Eu sou o Amauri e esta é mais uma receita que eu trago hoje para todos vocês este bolo é muito fácil de fazer um bolo simples que fofinho uma receita super tradicional e hoje eu vou mostrar para vocês passo a passo como fazer vamos acompanhar então muito bem os nossos ingredientes que já estão aqui separados, são: três ovos inteiros tenho também manteiga no caso aqui são três colheres de sopa bem cheias temos duas xícaras de açúcar, de 250 ML cada todas as xícaras são de 250 MLs agora 3 xícaras de farinha de trigo uma xícara de leite integral note que as xícaras são todas do mesmo tamanho que você poderia utilizar copos por exemplo que temos também um fermento em pó químico um fermento em pó (ROYAL) 1 colher de sopa de Fermento (ROYAL) vou repetir então os ingredientes três ovos inteiros com claras e gemas três colheres de sopa bem cheias de manteiga pode ser margarina não tiver a manteiga como a mesma qualidade mais duas xícaras de açúcar e 3 xícaras farinha de de trigo e uma xícara de leite e o fermento royal (1 colher de sopa) este será uma colher de sopa bem cheia agora vamos então dar sequência primeiro vamos aquecer o o forno eu tenho forno elétrico mas você poderia fazer no forno a gás também vou aquecer ele por os 15 minutinhos aí a 200 graus agora vamos então começar a bater o nosso bolo nesta seqüência primeiro, a manteiga os três ovos e as duas xícaras de açúcar procure seguir sempre essa sequência para ele dar bem certinho no final certo colocando a segunda xícara de açúcar e agora primeiro nós vamos misturar bem esses três ingredientes que são as três colheres de sopa de manteiga duas xícaras de açúcar e os três ovos, vamos misturar bem em bater bastante para só depois colocar então o leite é uma xícara de leite 250 ML agora a farinha de trigo 700 ML são três xícaras como eu falei para vocês e vocês poderiam utilizar copos ou outras medidas desde que seja um dos do mesmo tamanho são três xícaras de farinha de trigo e agora nós vamos bater bem todos esses ingredientes por uns dois ou três minutos você também poderia bater esse bolo manual com a ajuda de uma colher de pau por exemplo e não no liquidificador e uma ação mais pesado ele não não dá muito certo no liquidificador então eu prefiro fazer na batedeira ou manualmente então vamos bater bastante agora por uns 3 minutos na bateria para a massa ficar bem fofinha como já está, veja aqui a massa já está bem leveinha muito linda essa massa este bolo é uma delícia fica muito gostoso é fácil de fazer ele cresce não tem erro é só seguir estes passos como o eu estou fazendo depois de batido nosso bolo veja como está linda massa, nós mas vamos já sem a batedeira vamos adicionar o fermento em pó (1 colher de sopa) ou conhecido como royal e agora vamos bater com uma colher misturar bastante mexer bem misturar tudo Royal na massa vou dar um tempo no vídeo, vou mexer bastante, depois eu volto pronto está misturado o Royal com a nossa massa,vou untar uma forma com manteiga e farinha de trigo você pode untar também com óleo de soja por exemplo ou margarina e e polvilhar com farinha de trigo derramando então a nossa massa aqui na forma , no tabuleiro ou forma para em seguida levarmos para assar é uma forma bem grande 25 CM largura X 07 CM de altura será um bolo de bom tamanho agora é uma regra de ouro para quem faz bolo depois que você adicionar o Royal você deixa dez minutos no mínimo descansando antes de colocar no forno para o Royal fazer efeito agora vamos levar então ao forno para assar o forno já está pré aquecido a 200 Graus vou deixar aqui por 50 minutos e não vamos abrir a tampa do forno antes desse tempo com 45 ou 50 minutos passados 50 minutos já temos aqui então nosso bolo pronto agora vou aguardar que esfrie para retirar da forma este bolo solta muito fácil da forma depois de frio, não tem erro abrirá em cima do mar é só virar sobre uma travessa então estamos aqui agora com o nosso bolo fofinho nosso bolo o lindo vejam, vocês como ficou super FOFINHO muito lindo espero então que vocês tenham apreciado tenham gostado e e comentem bastante o vídeo compartílhem com seus amigos principalmente façam ai na sua casa este bolo sigam estes passos que não tem erro é uma verdadeira delícia muito obrigado para vocês então eu deixo um grande abraço e até a próxima

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui